Prefeitura inicia ação de planejamento familiar para homens do município

A iniciativa envolve palestras, consultas e encaminhamento para cirurgia

Saúde
Quarta, 31 de Janeiro de 2018.
Prefeitura Municipal

A Prefeitura preocupada com o planejamento familiar no município irá realizar cirurgia de vasectomia para os homens que desejem realizar o procedimento. Para participar do processo o interessado deverá procurar o Posto de Saúde da Família para se cadastrar, o posto encaminhará o paciente para a Policlínica Renílson Rehem para a consulta com o médico Urologista e com o Serviço Social.

Na última terça-feira (30/01), foi realizada palestra com o médico Urologista Dr. Aíde Queiroz e com as Assistentes Sociais do Serviço Social para esclarecer sobre a vasectomia, critérios para realização do procedimento e orientações sobre as doenças sexualmente transmissíveis.  Depois os pacientes passaram pela consulta com o Urologista, e na próxima terça-feira dia 06/02, os pacientes passarão pela entrevista com o Serviço Social.

Segundo o médico Urologista da Policlínica Dr. Renilson Rehem, Dr. Aíde Lisboa, a palestra antes da consulta tem como principal objetivo esclarecer alguns tabus que se tem em torno da cirurgia de vasectomia. “O objetivo da palestra foi explicar qual a indicação da vasectomia, como é feita e tirar alguns tabus como o medo do homem de ficar impotente, o medo de engordar, mostrando que na verdade isso não acontece, e que esse é um procedimento muito simples, rápido e melhor do que fazer a ligadura na esposa”, enfatiza Dr. Aíde.  Ele ainda orienta sobre o que deve ser feito após a cirurgia para eficácia do procedimento. “Depois de dois meses da cirurgia, o paciente deve fazer o espermograma de controle para ter a certeza que o procedimento foi bem sucedido”, explica o médico.

A Assistente Social da Policlínica, Fabiana Queiroz de Azevedo, orienta sobre os critérios para realização da cirurgia. “Para realizar a vasectomia a pessoa tem que estar casada ou em união estável, ter a partir de 25 anos de idade e ter dois filhos ou mais. O serviço social vem para orientar, esclarecer que o planejamento familiar é o casal, estamos preocupados em orientar sobre a vasectomia, laqueadura e também sobre as doenças sexualmente transmissíveis e assim viabilizar o direito a uma cirurgia quando a pessoa decide não ter mais filho, o homem e a mulher precisam passar por essa conscientização”, finaliza Fabiana.

Após passar pela consulta com o Urologista o paciente é examinado e solicitado os exames pré-operatórios. Logo após passa pela entrevista com a Assistente Social para verificar se a pessoa realmente se encaixa dentro dos critérios da Organização Mundial de Saúde e do SUS para realizar o procedimento e em seguida marca a cirurgia.

Texto: Nara Letícia 


Voltar
Quarta, 31 de Janeiro de 2018.